quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Aqui tem um bando de loucos..

Meu Deus, Pára o mundo que eu quero descer.

Tudo começou com uma gritaria lá embaixo, eu abri a porta pra ver quem estava matando quem e porquê, e descobri que os motivos da gritaria eram dois: O stress da minha host Rosana e Eu!

Pois é, eu. Ela começou a gritar e a gritar, que eu não sabia nem fazer um brownie (eu tentei mas deu errado, nunca fiz..), que eu não limpava a cozinha direito (quê?), que eu não sabia de minhas responsabilidades (quê? quê?), e isso e aquilo. E o pior, ela só estava gritando para que eu ouvisse obviamente. Meu host nem sabia o que dizer, ele tentava me defender mas só tomava. Eu adoro ele!!

Depois de dois dias eu fui conversar com meu host (com ele claro, com ela não tenho coragem), e ele falou para que eu conversasse com ela, que ele achava que não era nada demais.

Fui pra Chicago. Voltei três dias depois. Um e-mail na minha caixa de entrada.

Por motivos de segurança e não idiotice eu deletei o e-mail que tinha colocado aqui, caso alguém queira lê-lo só me manda um e-mail..

Primeira coisa que eu pensei? Rematch. Chorei dias e dias porque toda vez que tentava conversar com ela era uma patada atrás da outra. E eu juro que não sabia o que estava acontecendo, porque isso aí de cima não condiz com as coisas que eu faço. Liguei pras amigas, liguei pra coordenadora, já deixei todo mundo avisado sobre um possível Rematch.

Chega o dia da conversa. Depois de eu já ter chorado dias e dias, se me tocassem eu chorava, fora que era 3 dias antes do meu aniversário, que por sinal é amanhã.
A conversa não foi das melhores, era reclamação atrás de reclamação. Ela chegou a dizer (entre outras bizarrices), que o fato de eu gostar de Fast-Food não agrada a ela. 

[1º Eu nunca comi Fast Food na frente do Adolfinho, 2º O mesmo odeia fast-food, nem se eu quisesse ele comia].

Disse coisas como "Você não tem boas maneiras (gente eu sou a pessoa mais educada do mundo), e o maior de todas, ela me chamou de Moody (uma pessoa que muda constantemente de humor). Eu me segurei tanto pra não chorar.

Enfim, era disso pra pior, e eu tentava rebater e ela falava que eu jogava muito na defensiva, que não era assim. E tentou de tudo pra me fazer pedir o Rematch. Mas eu não vou fazer isso, não quando eu vejo alguém jogando contra mim. Ela falou que era impossível uma pessoa como eu mudar de repente (ah, ela não me conhece), e que o melhor que EU poderia fazer era desistir.

Eu disse a ela que não ia fazer isso, que iria esperar mais um pouco e que se visse que não tava dando certo eu mesma ia pedir o Rematch. Enfim. Ela disse também que meus cursos são mais importantes que o meu trabalho (e cá entre nós, pra todas as Au Pairs é), enfim. Me fez ficar em casa essa semana toda sem ir pro curso porque o Adolfinho estava doente e porque eu tinha que provar que os cursos não eram mais importantes.. Louca..E quando disse que nas ultimas semanas eu estava Homesick por causa do meu aniversário ela me disse "This is none of my business" (Isso não é problema meu).

Depois disso eu chorei e desanimei total, queria desistir pra ela me desafiou e eu fiquei. Isso tudo foi segunda feira. Ontem mal a vi. Hoje em compensação ela esta felicíssima (o Obama ganhou, Amem), e ela mudou de humor como da água pro vinho. E me deu dois casacos maravilhosos de frio de presente de aniversário, e um cartão, e uma cerveja.

Eu não sei o que pensar, vou fazer o que a Gabs me disse, parar de tentar entender. Eu moro com uma louca, eu sei disso, mas uma louca que assusta muito.

Em todos os sentidos..

3 comentários:

Gabs disse...

Amiga,
seguinte meu eh soh parar de tentar achar s por ques da vida que tudo fica mais facil!!!
E meu na hora q a coisa estiver pegando lembra q o Mexicano pintou o cabelo de azul!!!
hahahahahahahahahahahahahahahahahaha
eu nao consigo parar de rir sozinha!!!
Beijocas!

Paula disse...

Poutz Sara, realmente e melhor parar de tentar entender! Nao se eu ageutnaria viver com uma maluca dessas. Acho q tem um monte de familia boa por ai... Sei q vc ja passou por um remacht, mas acho q se nao esta confortavel e a melhor coisa a fazer (clar q qdo vc quiser e nao a doida!).
Beijos e boa sorte!!!

Ah, a primeira vez q fiz brownie coloquei azeite pq era o unico oleo que tinha em casa!!! rs... imagina como ficou horrivel!

Eri Peratza disse...

Sabe o que eu acho?
Ela é a maior mal comida do mundo... espera... talvez nem seja comida e esse seja o problema.
Tudo se resolve com sexo.
Quem sabe o Obama não resolve o problema dela e o mundo fica mais feliz?

Viva os homens que são heróis da humanidade impedindo monstros da menopausa conquistar o mundo.


Saudades