quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Cold Feet

Eu estou saindo ultimamente com um homem mais velho. E isso tem causado alguns problemas na minha casa. Minha mãe tem medo que eu sofra, só que ela também se apaixonou por um homem 10 anos mais velho que ela, vulgo meu pai!

Enfim, hoje faz 2 meses que tenho saído com ele, o que não significa que eu vou casar, namorar, nem nada do tipo. Estou, sim, adorando a experiência, e por mim continuo assim por muitos meses ainda e depois eu vejo o que faço.O que tem causado o maior incômodo nisso tudo é o fato de que eu não estou muito aberta a relacionamentos como costumava ser.

Isso aconteceu por dois motivos básicos, o primeiro envolveu o neguxo, que eu fiquei 8 meses falando com ele por Skype, prometendo que iria voltar pra ele, e no fim não voltei. O outro foi a minha paixão americana-brasileira. Por mais curto que foi nosso tempo junto deixou uma marca que é difícil demais de tirar. Eu fiquei sim magoada e eu sofri muito, aliás, sofri quase tanto quanto da única vez que levei uma bota de verdade. Aí o que aconteceu? O de sempre, meu coração selou.

E ela ainda está selado, eu ainda lembro do moço apesar de nunca mais ter falado com ele (há mais de 9 meses), ainda lembro de detalhes como o jeito que fumava o cigarro, o jeito que me olhava, o toque dele, o cheiro, os traços do rosto.... O jeito que trocava a marcha do carro. Pequenos detalhes que mostram que estamos apaixonadas.

Quando voltei, fiquei com várias pessoas, várias mesmo. Decidi que iria ficar solteira por mais tempo e acabei gostando do troço. Não que sacaneasse alguém, eu simplesmente deixava bem claro as minhas intenções. Nesse interim caí em um buraco e depois consegui sair.

Hoje estou com o meu gatão. Que é mais velho sim, mas que me trata como nenhum outro me tratou. Me traz doces quase todo dia, me leva até o terminal, me encontra a qualquer hora. Paga todas as contas. Ele está conseguindo me conquistar, dia após dia. Mas não está sendo fácil para mim, que gosto dele, adoro a companhia dele, mas meu coração ainda está selado. Na verdade ele está se soltando aos poucos, só espero que o gatão aguente esperar o tempo que for necessário.

Enquanto isso não acontece, minha mãe fica preocupada e minha vó então....nem se fala.
Hoje ela veio me perguntar o que um homem de 36 anos estava fazendo com uma menina de 22. Eu já cansada desse papo perguntei a ela o que tinha dito quando minha mãe que tinha 17 estava saindo com um homem de 27.

Ela olhou nos meus olhos, respirou fundo e falou:

- Exatamente a mesma coisa que estou perguntanto pra você!
E assim acabou meu papo hoje.


3 comentários:

Derla Cardoso disse...

Sara seja feliz! Só isso!

Derla Cardoso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Oi Sara,
Nós não nos conhecemos, mas as vezes eu "te leio" gostaria de comentar...
O seu relacionamento traz esses 'problemas' na sua casa porque é fora do padrão. Mas pelo que eu já li nos seus textos, você É uma pessoa fora do padrão.
E que se conserve assim. Deus te livre de se padronizar!
Tudo de bom prá você.