segunda-feira, 29 de junho de 2009

Psicografia

Eu sou uma inconstância. Daquelas que seguem incansadamente a luz no final do túnel que eu mesma criei. Sou aquela que sonha com histórias de amor que vejo em novelas e filmes românticos. Sempre acho que coisas boas acontecem quando você menos espera, e nunca brigo com ninguém com medo de perceber - tarde demais - que poderia estar fazendo outra coisa. Em contrapartida sou uma dominadora de homens, mimada ao extremo e crio confusão com uma simples aberturazinha mínima que me dão no momento oportuno. Sou uma inconstância. Porque hoje eu sou autosuficiente, e de tão suficiente me sinto como se fosse explodir uma substância cremosa e gelada, doce, como um mousse. E ontem me sentia pequena, como se tudo que fizesse fosse ridículo, ou que não tivesse aprendido nada por causa de uma simples bola de neve. Sou uma inconstância, tão constante que às vezes me surpreendo com meus próprios pensamentos que vão - na maioria das vezes - contra as minhas ações. Já disse uma vez e vou repetir, meu cerébro não acompanha meu coração e a recíproca é verdadeira. Sou uma inconstâcia. Gosto de amarelo e odeio o mesmo, beringela só como frita, mas hoje comi crua.... Amar sempre intensamente mas quase nunca verdadeiramente. Sou uma iconstância. Sou o que sou e por mais que eu tente mudar volto sempre pro ponto de partida. Sou cabrera e ao mesmo tempo completamente ingênua. Não demonstro meus sentimentos facilmente e consigo ter amizades que duram pra sempre...amizades....Amores eu quero possuir, quero que seja meu, só meu, pra sempre meu...E nunca são, nunca foram. Sou uma inconstância, que de tão constante decidi ser exatamente o que sou, assim, meio isso, meio aquilo, meio tudo. Aprendo rápido o que é inútil, demoro horas pra concatenar coisas absurdamente simples de um Universo paralelo. Sou inconstante quando choro e rio ao mesmo tempo, brigo e quero abraçar, odeio e amo, como e bebo, acordo e durmo, danço e caio....Sou uma inconstância, que de tão constante preferi ser assim, sempre nada, nunca tudo. Sou uma bola de neve que cresce a cada volta e que, de repente, se espatifa no chão e a verdade chega aos meus olhos, ouvidos e boca numa velocidade imensamente maior do que eu posso suportar. E choro....Depois esqueço, e para mim é como se nada tivesse acontecido. Sou uma inconstância, que mesmo minhas amizades são todas leais e completamente diferentes. Tenho sorte que gostam de mim, tenho azar porque quase todo mundo gosta de mim e eu não consigo nunca formular a frase "eu não gosto de fulano..". Sou uma inconstância.....Que de tanto escrever percebo que escrevi porcaria nenhuma e gostaria de um "eraser" em todo esse texto, mas não o faço porque gosto de ser do jeito que sou. Sou uma inconstância, que acho que vou ficar pra trás quando tenho apenas 21 anos. Acho que a vida já passou e eu deixei de aproveitar, e quando estou aproveitando queria estar sossegada em casa. Sou uma inconstância que quando namoro quero ficar solteira e solteira quero namorar. Sou uma possuidora de minhas loucuras, de meus homens, da minha vida....sempre.....sempre.....sempre
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
INCONSTANTE

4 comentários:

Braz disse...

Gosto de amarelo e odeio o mesmo, beringela só como frita, mas hoje comi crua....

aposto que o texto começou daí! ao menos na sua cabeça.

Derla Cardoso disse...

Chica...

Sinceras e Apimentadas disse...

Uma jornalista tbm. Amém!
hehe

Dá uma passadinha no nosso blog:
http://sinceraseapimentadas.blogspot.com/

Acompanhe a gente. Você vai gostar. Te espero lá.

Beeijinhos Nane

Anônimo disse...

cialis achat , acheter cialis, cialis acquisto, comprar cialis.